• Redacão

Famílias enlutadas recebem conforto espiritual no cemitério Nossa Senhora Aparecida



Um dos principais cemitérios da capital, o Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã, zona Oeste, administrado pela Prefeitura de Manaus, contou com uma visita inusitada nesta sexta-feira, 1° de maio, a do arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner. A presença do arcebispo atende ao pedido do prefeito Arthur Virgílio Neto para que seja oferecido amparo social, psicológico e religioso às famílias enlutadas.

Devidamente protegido e equipado com máscara, capacete de proteção e álcool em gel para higienizar suas mãos, Dom Leonardo Steiner fez preces, benzeu e proferiu palavras de consolo aos usuários do cemitério, sem contato físico e mantendo o distanciamento, para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

“É uma preocupação nossa cuidar das pessoas, de oferecer uma palavra de esperança, de fé, neste momento em que enfrentamos esta doença tão devastadora”, declarou Dom Leonardo.

Um grupo de coveiros que atua no cemitério agradeceu a presença do religioso, que os aspergiu com água benta. Na ocasião, dom Leonardo exaltou os trabalhos das equipes que vem atuando no local, e informou que a Arquidiocese de Manaus irá disponibilizar um grupo de padres e diáconos – que não integram o grupo de risco ao novo coronavírus – a partir deste sábado, 2. Com os clérigos presentes, será possível a realização do sacramento da extrema-unção, no campo santo, tanto pela parte da manhã, como pela tarde.

“Nos últimos dias, estamos acompanhando a presença dessas lideranças religiosas que estão vindo trazer um pouco de alento aos que perderam um ente querido. Hoje, a presença do arcebispo foi uma surpresa aos que estavam no local. Certamente, foi uma presença que traz alento neste momento tão difícil”, comentou o secretário de Limpeza Urbana, Paulo Farias.

Ao longo do mês de abril, os sepultamentos no cemitério do Tarumã tiveram um aumento de 180%, em relação ao ano passado, em virtude da pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Algumas regras para a realização de velórios e sepultamentos foram adotadas pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), responsável pelos cemitérios, para evitar a proliferação do vírus.

Apoio

Além da presença do arcebispo nesta sexta-feira, outros padres, missionários, grupo de pastores e até mesmo devotos que se solidarizam com as pessoas que estão em momento de grande tristeza, estão se revezando dentro do cemitério. “Essas figuras estão se tornando presenças importantes e reconfortantes no cemitério. É um momento difícil para todos e contar com essa ajuda espiritual é essencial, tanto para os funcionários que atuam no cemitério, quanto para os que por lá estão passando”, lembrou o secretário da Semulsp, destacando que o cemitério também conta com assistente sociais para atender as famílias.

25 visualizações
Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50