Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50
  • Redacão

Wilson Lima nomeia irmão de Roberto Jefferson, condenado no mensalão do PT para acupar secretaria

O governador Wilson Lima (PSC) exonerou Luciana Holanda de Souza, irmã do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), Josué Neto, do cargo de secretária-executiva de Desburocratização da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. Para o cargo, nomeou Ronaldo Monteiro Francisco, irmão do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, um dos deputados federais presos no esquema do mensalão petista.

A mudança indica um racha na base aliada do governo, que até então tinha garantido o apoio de Josué Neto, eleito para a ALE com o apoio de Wilson Lima. Josué vem se manifestando contra as chamadas “maldades” do governador contra os funcionários públicos do Estado e já disse, nos bastidores, que não entende como, com mais de R$ 2 bilhões a mais na arrecadação, o governo não consegue resolver problemas básicos na saúde.

Esse é o segundo irmão de Roberto Jefferson no secretariado de Wilson Lima. O outro é o engenheiro Ricardo Luiz Monteiro Francisco que ocupa o cargo de secretário de Estado de Política Fundiária. Um deputado da base aliada, mais próximo a Josué do que de Wilson, disse ao 18horas, sob anonimato: “o estado está saturado de funcionários e eles aumentaram o custeio e entupiram o estado de cargos comissionados, ao ponto de tirar recursos do interior, da Afeam (Agência de Fomento do Estado) para pagar a folha. E ainda ficam nomeando mais gente de fora do Estado! Bem, para alguém que ganhou um governo vindo de outro Estado, deve se sentir liberado para desprestigiar os valores do Amazonas”.

Nos bastidores, os parlamentares da base e da oposição analisam que o governador tirou o PTB de Josué Filho para que ele fique sem partido para se candidatar a prefeito de Manaus, no ano que vem. Josué tem se aproximado do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, que já demonstrou sua capacidade ao aumentar a produção do Polo Industrial de Manaus e está reunindo um grupo de interessados em pensar e planejar o futuro da cidade. Em setembro, aliados no Amazonas chegaram a anunciar a presença de Roberto Jeferson em Manaus, para filiar Josué Filho que enfrenta resistência do senador Omar Aziz, do PSD. Em 2015, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o ex-deputado federal Roberto Jefferson, condenado a sete anos de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão, a cumprir prisão domiciliar. Ele ganhou o benefício, previsto na Lei de Execução Penal (LEP), por ter cumprido um sexto da pena em regime inicial semiaberto. Roberto Jefferson foi preso em fevereiro de 2014 .

Texto: Site 18 Horas

260 visualizações