Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Agente penitenciário é espancado por detentos dentro do IPAT

08/11/2017

 

O agente penitenciário Diego De Leon Torres dos Santos, 31 anos, da Umanizzare Gestão Prisional, escapou de ser morto ontem (7) por detentos do pavilhão C do Instituto Penal Antônio Trindade, localizado no quilômetro 8 da BR 174 (Manaus/Boa Vista). De acordo com denúncia postada nos grupos de WhatsApp no momento da chamada “hora da tranca” no final da tarde ele ficou para trás e internos conseguiram agarrar o agente e o levaram para dentro de um banheiro onde foi espancado e teve o rosto desfigurado por socos e pontapés.

 

De acordo com relatos os detentos agarraram De Leon e colocaram uma toalha na cabeça dele e o levaram para dentro do banheiro onde ocorreu a sessão de espancamento.

Em uma denúncia postada no Facebook existe a informação de que De Leon foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Pronto-Socorro João Lúcio, mas sem a farda da Umanizzare para evitar a identificação dele com a empresa responsável pelas atividades administrativas, técnicas e operacionais das unidades prisionais do Amazonas e que já recebeu R$ 653,2 milhões do governo estadual nos últimos quatro anos para prestar serviço de gerenciamento das unidades.

 

Informações postadas ainda no Facebook dão conta de que De Leon já vinha recebendo ameaças nas redes sociais de internos e amigos.

 

Na denúncia postada no WhatsApp um agente questiona se na chamada “hora da tranca” ainda faltavam duas celas onde estava a escola dos agentes. “Pegaram o agente na hora da chamada. Era para ter com ele um ou dois da escolta”, acrescentou.

Contratos milionários da Umanizzare

 

No ano passado, a Secretaria Estadual de Adminstração Penitenciária (Seap) pagou à Umanizzare, de acordo com o Portal da Transparência do Governo do Estado, R$ 302,2 milhões, sendo R$ 300,9 milhões de despesas do próprio ano e R$ 1,2 milhão restante de restos a pagar do exercício anterior. Em 2015, o valor desembolsado pela secretaria foi de R$ 199,5 milhões.

 

Em 2014, a empresa já havia recebido R$ 137,2 milhões. Em 2013, quando começou a atuar no sistema carcerário do Estado, a empresa ganhou R$ 14,2 milhões de um contrato de R$ 31,8 milhões para serviços de apoio de atividades administrativas, técnicas e operacionais nas áreas jurídica, psicológica, médica, odontológica, psiquiátrica, assistencial, esportiva e social.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES