Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Mulher de traficante comemora liberdade no Facebook e logo depois é presa

27/11/2017

 

Nunca comemore a vitória antes da hora, diriam os mais antigos. Foi isso que aconteceu com a suspeita de tráco Victoria da Silva Toss, de apenas 19 anos, que havia sido presa por tentar transportar drogas para o marido que está detido em presídio no Rio de Janeiro. Já na última quinta (23), após audiência, a mulher foi libertada e até chegou a fazer uma postagem no Facebook, armando que “juiz é Deus”. No entanto, horas depois, a moça foi novamente presa. Dessa vez, foi pega em uma boca de fumo em Boa Vista. Para comemorar a liberdade conquistada, Victoria tinha feito a sele em frente ao prédio do Fórum Criminal Dr. Evandro Lins e Silva, armando que “o promotor é só um homem”. No mesmo dia, a suspeita continuou com as postagens na rede social, inclusive compartilhando a foto do alvará de soltura, que convertia a prisão domiciliar em liberdade provisória. No entanto, Victoria não soube usar muito bem essa liberdade.

 

Horas depois, a jovem estaria sendo presa pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE). A mulher foi encontrada com mais duas pessoas na Zon Zona Norte do Rio de Janeiro vendendo drogas em uma boca de fumo. A suspeita é de que os três façam parte de uma facção criminosa, e não que Victoria é apenas a esposa de um presidiário. Na residência foi encontrado pacotes de maconhas e pasta base para cocaína. Além disso, os policiais vericaram que haviam crianças e adolescentes convivendo no imóvel usado para vender as drogas. Parece que depois do ato, o alvará de Victoria não vale mais nada. A assessoria do Tribubal de Justiça armou que a prisão preventiva da jovem foi decretada por causa da reincidência de crime, ainda mais em um curto período de tempo. A suspeita de tráco foi levada para Cadeia Pública feminina do Rio de Janeiro. O primeiro crime havia acontecido ainda em agosto deste ano, quando a suspeita tentou entrar na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo com dois pacotes de maconha dentro das calças. A jovem foi pega no raio-x da unidade. A jovem foi autuada na delegacia, mas passou a cumprir prisão domiciliar, conforme decisão judicial.

 

Com informações do Portal do Capitão

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES