Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2019. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Mulher confessa ter matado grávida para roubar bebê.

06/12/2017

 

Uma mulher de 37 anos que mora em Uberlândia (MG) confessou ter matado uma grávida para roubar o bebê em depoimento prestado à Polícia Militar nesta terça-feira (5). De acordo com informações do G1, a suspeita contou ter pesquisado como realizar uma cesárea antes do crime. A vítima, identificada como Gabrielle Barcelos Silva (foto), 18, tinha oito meses de gestação.

 

Segundo o boletim de ocorrência do caso, Gabrielle foi atraída com a promessa de receber roupas para o bebê. Chegando na casa onde aconteceu o crime, na terça (5), ela foi dopada. A suspeita usou um estilete para retirar o bebê.

 

O corpo da jovem foi encontrado pelo filho da suspeita, que viu marcas de sangue pela casa e localizou Gabrielle enrolada em um colchão no fundo do quintal. O adolescente de 14 anos chamou a polícia.

 

No mesmo horário, a polícia foi informada sobre uma mulher e um bebê que deram entrada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). A paciente dizia ter feito um parto em casa. No entanto, os médicos desconfiaram da história porque a mulher não aparentava ter passado pelo procedimento. Após ser questionada, ela acabou confessando que o bebê não era dela.

 

A suspeita contou ser ameaçada pelo marido após sofrer um aborto de gêmeos. Após perder os bebês, ela teria começado a montar um plano para conseguir um recém-nascido. A mulher disse, ainda, que o marido era cúmplice do crime. Ele também foi detido, mas nega participação.

 

O bebê, de sexo feminino, foi internado em estado grave no hospital. A criança ficará sob responsabilidade do pai e da família de Gabrielle. O corpo da jovem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

PAC recebe Prêmio Top Marketing Empresarial

05/12/2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES