Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Melo e Edilene ainda não saíram da cadeia por um detalhe, entenda porquê.

18/04/2018

 

Por: Moisés Dutra

 

Manaus/AM - O magistrado que acatou o habeas corpus de modo parcial, determinou além do uso de tornozeleira eletrônica, o pagamento de uma fiança no valor de quase R$ 200.000,00 para cada réu (Melo e Edilene). O problema para os dois agora, é arranjar R$ 400.000,00, para que possam cumprir prisão domiciliar.

 

A pergunta que não quer calar, é... "Como os réus teriam condições financeiras para pagar uma fortuna dessa em fiança, se juntos recebiam cerca de R$ 25.000,00 por mês? Como conseguiram acumular um patrimônio avaliado em mais de R$ 10.000.000,00?". Esse questionamento, em momento oportuno, com certeza deverá ser feito ao casal.

 

Há muitas perguntas sem resposta. Melo, que gastou uma verdadeira fortuna para se defender um Brasília no processo que perdeu e culminou em sua cassação. 

 

É claro e evidente o seu enriquecimento ilícito, as custas do rombo deixado por sua administração ao erário público. 

 

QUESTIONAMENTO 

 

Porquê a justiça ainda não observou isso? Porque até agora, o dinheiro roubado dos cofres públicos ainda não foi devolvido? Os réus continuarão fazendo um "deboche velado" da cara da sociedade amazonense? Até quando essas perguntas ficarão sem resposta?

 

Com a palavra, o judiciário. 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES