Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2019. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Barrichello revela que vomitou de raiva no GP da Austria em 2002.

20/04/2018

Quem acompanha a Fórmula 1 há algum tempo, deve se lembrar do polêmico Grande Prêmio da Áustria em 2002. Uma das provas mais polêmicas da história da modalidade, o evento foi relembrado por Rubens Barrichello nesta semana, que afirmou ter vomitado de raiva após a bandeira quadriculada da etapa.

 

Naquela ocasião, Rubens Barrichello e Michael Schumacher formavam a dupla de pilotos da Ferrari. O brasileiro fazia uma prova muito boa, partindo da pole position segurando a primeira posição até os metros finais. No entanto, por determinação de sua equipe, o piloto se viu obrigado a abrir espaço para seu companheiro de equipe, para que o alemão vencesse a prova e conquistasse uma maior número de pontos, contribuindo na briga pelo título da temporada.

 

“Nesse dia, eu saí do pódio e não fui para a sala de imprensa [para a coletiva] porque eu fui passar mal. Vomitei muito, naquele dia, de raiva. Nós, como brasileiros, deveríamos sentir orgulho pelo fato de que não foi um momento que eu quis, que eu premeditei fazer. Mesmo porque, no ano anterior, aconteceu a mesma coisa pelo segundo lugar e eles me falaram que, se fosse pelo primeiro, eles não iriam fazer aquilo”, revelou Rubinho em entrevista a TV Globo.

 

“Eu entrei na última curva decidido que eu não ia deixar.E aí você fica em um momento assim : ‘Eu amo tanto o que eu faço. Será que vou ser despedido? Será que vai acontecer isso? Será que vai acontecer ou aquilo?’. Quando falo do orgulho: mudaram as regras da F1 por causa daquele dia. Hoje em dia, você ouve em casa o que o piloto está falando. Nesse dia, se você tivesse ouvido, você ia sentir nojo”, completou o piloto, revelando que o troféu desta prova está em sua casa.

 

Ainda sobre a sua relação com o piloto alemão, Barrichello afirmou estar buscando um contato com a família do alemão, para saber as condições do ex-piloto, que se recupera de um acidente sofrido numa pista de ski. “Estou buscando meios de saber como é que posso ir visitá-lo. A primeira vez que eu tentei eles negaram. Eles falaram: ‘Oh, não vai fazer nenhum bem para você, e também não vai fazer nem para ele. Não tenho notícias dele, mas ele deve estar presente de alguma forma”, finalizou.

 

Reprodução: GAZETA ESPORTIVA

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Mais de 20 opções para curtir o fim de semana nos espaços culturais do Estado

22/11/2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES