Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2019. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Ex-marido confessa ter matado e forjado suicídio de empresária em Manaus

12/06/2018

 

Manaus/AM - O caso da morte da empresária Jerusa Torres Nakamini teve uma reviravolta nesta segunda-feira (11). Ivan Rodrigues das Chagas, 56, o ex-marido da empresária, confessou a autoria do crime, ocorrido no dia 12 de abril deste ano na casa dela no conjunto Campos Elísios. Segundo o delegado Jeff David Mac Donald, o motivo seria o fato de Ivan não querer dividir os bens com a ex-companheira. Há algumas semanas, o Portal do Holanda já havia adiantado que Jerusa havia sido assassinada e não tirado a própria vida.

 

Na ocasião uma mulher se dizendo filha de Jerusa veio ao portal pedir uma retratação. Agora, a irmã da vítima, Maria José, contou ao Portal do Holanda que a empresária não tinha filhos e a moça em questão é filha apenas do suspeito. Segundo Maria, Jerusa era dona de uma empresa de segurança e estava em briga por divisão de bens com Ivan de quem estava separada há 3 anos. Ainda de acordo com a irmã, a empresária se separou ao descobrir uma traição de 10 anos e por isso se recusava a abrir mãos dos bens. Mac Donald revelou também que apenas sete dias após o assassinato de  Jerusa, Ivan entrou com pedido de liminar para ter o direito de administrar a empresa do casal, J.H. Torres Nakamine.

 

Em outro processo, Ivan pediu o reconhecimento de união estável, que lhe dava direito imediato a todo o patrimônio de Jerusa, mas todos os pedidos foram negados pela Justiça. O mandado de prisão de Ivan foi expedido essa manhã e ele deve ser preso a qualquer momento.

 

 

Portal do Holanda

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Ipaam realiza campanha educativa em feiras de Manaus

14/11/2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES