Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Ex-marido confessa ter matado e forjado suicídio de empresária em Manaus

12/06/2018

 

Manaus/AM - O caso da morte da empresária Jerusa Torres Nakamini teve uma reviravolta nesta segunda-feira (11). Ivan Rodrigues das Chagas, 56, o ex-marido da empresária, confessou a autoria do crime, ocorrido no dia 12 de abril deste ano na casa dela no conjunto Campos Elísios. Segundo o delegado Jeff David Mac Donald, o motivo seria o fato de Ivan não querer dividir os bens com a ex-companheira. Há algumas semanas, o Portal do Holanda já havia adiantado que Jerusa havia sido assassinada e não tirado a própria vida.

 

Na ocasião uma mulher se dizendo filha de Jerusa veio ao portal pedir uma retratação. Agora, a irmã da vítima, Maria José, contou ao Portal do Holanda que a empresária não tinha filhos e a moça em questão é filha apenas do suspeito. Segundo Maria, Jerusa era dona de uma empresa de segurança e estava em briga por divisão de bens com Ivan de quem estava separada há 3 anos. Ainda de acordo com a irmã, a empresária se separou ao descobrir uma traição de 10 anos e por isso se recusava a abrir mãos dos bens. Mac Donald revelou também que apenas sete dias após o assassinato de  Jerusa, Ivan entrou com pedido de liminar para ter o direito de administrar a empresa do casal, J.H. Torres Nakamine.

 

Em outro processo, Ivan pediu o reconhecimento de união estável, que lhe dava direito imediato a todo o patrimônio de Jerusa, mas todos os pedidos foram negados pela Justiça. O mandado de prisão de Ivan foi expedido essa manhã e ele deve ser preso a qualquer momento.

 

 

Portal do Holanda

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES