Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Postos reduzem em R$ 0,70 o preço da gasolina após fiscalização da Prefeitura

04/12/2018

Os postos de combustíveis da cidade baixaram o valor do litro da gasolina em R$ 0,70 após fiscalização da Prefeitura de Manaus, por meio da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus). Os estabelecimentos foram notificados no período de 12 a 22/11, pedindo a justificativa para a não diminuição do valor, após a Petrobras anunciar no dia 7/11 a redução da gasolina nas refinarias. O valor do litro baixou de R$ 4,99 para R$ 4,29. 

 

Os postos visitados receberam o prazo de dois dias úteis para apresentarem as notas fiscais de compra da gasolina.  O Código de Defesa do Consumidor (CDC) veda a elevação de preços que não seja justificada pelo respectivo aumento dos custos de atividade. A prática é considerada abusiva pelo CDC.

 

Algumas das justificativas analisadas e apresentadas pelos postos de combustíveis foram de que a fixação de preços é livre em todos os segmentos e não é poder do Estado impor valores aos produtos comercializados pela iniciativa privada. A outra justificativa foi de que os postos não podem comprar diretamente das refinarias, portanto, dependem do repasse das distribuidoras para reduzir o preço.

 

A operação foi realizada não só nos postos de combustíveis, mas a equipe de fiscalização do Procon Manaus foi também a todas as distribuidoras de combustíveis. Elasforam notificadas a apresentar as notas fiscais de compra da refinaria.

 

O Procon em sua fiscalização contou com o apoio do delegado do Consumidor da Polícia Civil do Amazonas, Eduardo Paixão, e o chefe do Núcleo de Fiscalização da Agência Nacional de Petróleo, Leonidas Vilhena nas ações em defesa do consumidor.

 

“O importante de se notificar todos os postos e todas as distribuidoras é para que a gente entenda nessa cadeia de comercialização, quem é que não está repassando a redução do preço, prejudicando o consumidor. Precisamos descobrir se o preço da bomba não baixa porque a distribuidora não baixou o preço para o posto ou se são os donos de postos que não reduziram”, disse o Coordenador do Procon Manaus, Rodrigo Guedes.

 

A equipe de fiscalização da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor continua a percorrer os postos de Manaus para verificar as informações de abusividades nos preços dos combustíveis e está à disposição da população em geral para receber reclamações e denúncias de abusos praticados por fornecedores de produtos ou serviços. O consumidor pode acionar o órgão pelo 0800 092 0111 ou procurar a própria sede na rua Afonso Pena, 37, bairro Praça 14 de Janeiro.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES