Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Servidores municipais vão ganhar previdência complementar

12/12/2018

 


Era para ser uma prestação de contas, mas se transformou num pacote de boas notícias para os segurados de Manaus, ativos e inativos, incluindo os pensionistas. Em 2019, os servidores municipais terão acesso a uma previdência complementar. A ação vai possibilitar ao servidor formar uma reserva financeira para complementar o benefício do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

 

“Isso significa se aposentar com o mesmo salário da ativa ou ainda maior, incentivando a carreira pública. Será mais uma conquista do servidor na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto”, resumiu o diretor-presidente da Manaus Previdência, Silvino Vieira, na abertura da audiência pública da autarquia, realizada nesta terça-feira, 11/12, no auditório da Secretara Municipal de Educação (Semed), zona Centro-Sul.

 

Na prestação de contas sobre o exercício de 2018, Silvino Vieira anunciou que a Manaus Previdência fechou o mês de novembro com R$ 968,4 milhões na sua carteira de investimentos e mantendo o equilíbrio atuarial necessário para garantir o pagamento em dia de aposentadorias e pensões, que vêm crescendo mês a mês.

 

“O valor equivale a um aumento de 8,35% em relação ao mesmo período no ano passado, um resultado significativo diante de variáveis que marcaram o cenário político-econômico brasileiro, além de uma taxa Selic (taxa básica de juros) de 6,5% ao ano”, destacou Vieira.

 

Fazendo um resumo do que estava por vir, Vieira destacou aos presentes o esforço que a gestão municipal vem fazendo para tornar a previdência saudável desde 2013, quando o prefeito Arthur Virgílio Neto assumiu o comando da cidade. “Fazer nossa carteira chegar perto de R$ 1 bilhão é muito significativo, pois exigiu de cada um de nós um esforço extra no complicado campo do mercado financeiro”, relatou. “Ainda convivemos com fundos problemáticos que herdamos de outras administrações e que são um peso nos nossos rendimentos”, disse.

 

De um total de 53 fundos que recebem aplicações da previdência de Manaus, 13 são problemáticos, totalizando R$ 84 milhões, o equivalente a uma participação de 8,7% na carteira. Após várias ações que iniciaram nos últimos quatro anos, a previdência já conseguiu reaver em torno de R$ 131,9 milhões aplicados nos fundos problemáticos.

 

Em linguagem acessível e com apoio de infográficos que auxiliam na compreensão dos assuntos, as contas da previdência foram demonstradas em três áreas consideradas nevrálgicas da instituição: investimentos, situação atuarial e concessão de benefícios, apresentadas respectivamente pelo superintendente de Investimentos, Flávio Castro, o atuário André Gouveia, e a diretora de Previdência, Daniela Benayon.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES