Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2019. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Polícia Civil prende homem com munições no bairro Alvorada

08/01/2019

 

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Danilo Bacarin, titular da unidade policial, prendeu, em flagrante, na noite de segunda-feira (7/1), por volta das 18h, Maxiliano Melo Gonçalves, 28, com quatro munições de calibre ponto 40 intactas.

 

O fato ocorreu na casa onde ele estava morando, situada na rua Criciúma, bairro Alvorada, zona centro-oeste da capital. De acordo com a autoridade policial, a equipe de investigação do 10° DIP chegou até ao infrator durante diligências em torno de um roubo ocorrido na noite do dia 24 de dezembro de 2018, por volta das 19h, em uma loja de confecções situada na avenida João Paulo, bairro Alvorada.

 

Segundo o delegado, Maxiliano e um comparsa, identificado como Bruno Rodrigues Guimarães, 24, praticaram o delito munidos de arma de fogo e subtraíram cerca de R$ 3 mil do estabelecimento. 

 

“O proprietário da loja não formalizou a ocorrência de imediato, mas imagens captadas por câmeras de segurança instaladas no local registraram a ação criminosa e ganharam bastante visibilidade na imprensa. Depois que a vítima registrou o Boletim de Ocorrência (BO), realizamos oitivas e conseguimos identificar que Maxiliano, no dia do crime, estava portando uma arma de fogo para intimidar as pessoas que estavam no lugar, enquanto Bruno subtraiu a renda do caixa. Maxiliano agiu com muita violência e chegou até a dar coronhadas nas vítimas”, destacou o titular do 10° DIP.

 

Conforme Bacarin, na noite de segunda-feira (7/1), por volta das 18h, os policiais civis lotados no 10° DIP saíram em diligências e encontraram Maxiliano na casa onde ele morava, portando quatro munições de calibre ponto 40, que estavam escondidas em uma gaveta no quarto do infrator.

 

“Em depoimento na delegacia, Maxiliano relatou recebeu de Bruno R$ 400 do dinheiro roubado da loja. Ele alegou, ainda, que a arma utilizada no delito era do comparsa, que chegou a ser preso por policiais militares no dia 31 de dezembro de 2018, portando uma arma que, segundo Maxiliano, foi a mesma utilizada para cometer o roubo à loja. Os dois infratores estão sendo indiciados pelo roubo majorado e já estou representando à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome da dupla”, informou a autoridade policial.   

 

Flagrante - Maximiliano foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

FOTO: DIVULGAÇÃO/PC-AM

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Resultado final de seleção de estágio em Direito é divulgado pela Defensoria

05/12/2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES