Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Sargento foi morto após ter ido à ‘boca de fumo’ recuperar objetos trocados por drogas

22/01/2019

A afirmação foi feita pelo delegado Paulo Martins, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Três foram presos

sargento da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) Marcos Antônio Benjamin de Souza, 38, foi executado com dois tiros na cabeça após ter ido até uma “boca de fumo”, no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus, para tentar recuperar um relógio e uma aliança trocados por drogas. A informação é do delegado Paulo Martins, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

 

Conforme Martins, o policial era viciado em entorpecente, mas fazia tratamento contra a dependência química e era acompanhado pela PM.

 

Após ter sido executado, o sargento teve o corpo jogado seminu, em um igarapé localizado na Avenida Sumaúma, principal via do bairro Monte das Oliveiras. Os suspeitos ficaram com a pistola de trabalho calibre ponto 40, além da motocicleta do sargento, de acordo com Martins.

 

Populares encontraram o corpo na manhã de domingo (20) e acionaram o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

 

De acordo com o delegado, pelo menos cinco traficantes de drogas do bairro Monte das Oliveiras participaram do crime que vitimou o sargento. Deste total, três foram presos: Janderson de Souza Cruz, de idade não divulgada, que já estava custodiado na sede da DEHS; Kelveson Alves Lopes, 23, que se apresentou no fim da tarde desta segunda-feira (21), acompanhado de um advogado, na sede da especializada; e um terceiro que não teve o nome revelado.

 

O delegado Paulo Martins disse que apenas Alexsandro Lima da Silva, 25, conhecido como ‘Gato Preto’, apontado como mandante do assassinato do sargento Benjamin de Souza, continua foragido.

 

O quinto suspeito de participar do crime, Moisés Pereira dos Santos Braga, 25, cunhado de ‘Gato Preto’,  morreu após ser atingido com dois tiros no tórax, na madrugada desta segunda-feira, durante um confronto com policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), na Rua Paulo Andrade, loteamento Buritis, bairro Nova Cidade, zona norte da capital.

 

O sargento morto pelos traficantes era lotado na 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). O delegado da DEHS afirmou que ele foi executado após ter ido duas vezes na ‘boca de fumo’ de ‘Gato Preto’ tentar recuperar a aliança e o relógio trocados por drogas. “(Ele) Foi a primeira vez e teria conseguido recuperar a aliança. Posteriormente, voltou para buscar o relógio. Nessa segunda ida ele teria sido morto pelos traficantes da área. Foram essas informações que chegaram até nós”, disse.

 

Na manhã desta segunda-feira, o delegado Paulo Martins se reuniu com policiais do Setor de Inteligência da PM (P2) para levantar informações que ajudem a localizar Alexsandro Lima. Qualquer informação sobre o homem pode ser repassada pelo telefone 3636-2874 (da DEHS) ou para o 181 (Disque Denúncia) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O nome do informante é mantido em sigilo pela polícia.

FONTE: D24am

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES