Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Maduro posiciona seus mísseis russos na fronteira com Brasil

22/02/2019

 

O governo venezuelano de Nicolás Maduro ordenou o posicionamento de mísseis S-300VM (foto) próximo à fronteira com o Brasil. É a segunda ação dele após anunciar o fechamento da fronteira no estado brasileiro de Roraima, o que ocorreu na tarde dessa quinta-feira, dia 21, mas para o governo brasileiro o fechamento foi de noite. As informações são do site DefesaNet.

Este é um cenário descrito pelo analista Canis Latrans com exclusividade em Setembro de 2018, para DefesaNet (Venezuela, uma nova Síria? Link)

Segundo a plotagem que DefesaNet recebeu, a posição onde o sistema S-300 foi posicionado é a região do aeroporto de Santa Elena de Uairén, distante de Pacaraima (RR) cerca de 11 quilômetros.

Segundo o site, a Venezuela possui três Sistemas de Defesa Aérea S-300, que inclui lançadores, sistemas de radares e apoio.

Trazer um sistema estratégico tão valioso para uma posição de fronteira tem um caráter provocativo.

 

O que é o S-300VM

O sistema de Defesa Aéreo S-300VM é produzido pela empresa russa Antey-Almaz. Tem sido o maior sucesso de vendas no mercado internacional da indústria militar russa pós-Guerra Fria.

Supera em muito o sucesso dos famosos caças Sukhoi.

A Venezuela adquiriu os S-300 durante o governo de Hugo Chávez.

Junto incorporou o conceito de defesa aérea desenvolvido pelos russos desde a Guerra Fria.

Trata-se de um sistema escalonado, que vai desde o menor nível com canhões até os mísseis para grande altitude:

1 –  canhões de 20 a 40mm;

2 – MANPADS IGLA S 3,5km

3 – S-125 Pechora 2M 20km Altitude

4 – BUK-2ME    25 km Altitude

5-  S-300VM     30 km Altitude

Um míssel russo S-300VM em detalhe
Foto: Reprodução/DefesaNet

 

A Venezuela adquiriu não só os sistemas de mísseis e Comando e Controle (C2), mas sim o conceito de operação e emprego dos russos.

Há três anos foi o criado o “Comando de Defensa Aeroespacial Integral” (Codai).

É subordinado ao “Comando Estrategico Operacional” (CEOFANB), outro conceito importado da Rússia.

O Codai tem recebido treinamento sobre os avanços ocorridos na Guerra da Síria diretamente de missões russas que visitam o país.

O controle de afinidade ideológico dos seus membros

 

Foto: DefesaNet

bnc

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES