Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Feirantes são sensibilizados contra o trabalho infantil

28/06/2019

 

Em três dias de ações voltadas ao combate contra o trabalho infantil, a Prefeitura de Manaus sensibilizou mais de 900 comerciantes de três feiras da capital. A ação teve início na última terça-feira, 25/6, na feira do Produtor, zona Leste, e percorreu também as feiras da Manaus Moderna, no Centro, e Panair, na zona Sul.

 

A ação foi idealizada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) que gerencia o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) no município. Todos os comerciantes receberam material informativo explicando sobre os malefícios do trabalho infantil, além dos números da rede de proteção infantojuvenil.

 

De acordo com a secretária da Semasc, Conceição Sampaio, a proteção das crianças e adolescentes é uma das prioridades do prefeito Arthur Virgílio Neto, para que elas não percam sua infância e seus direitos.

 

”As ações contra essa violação de diretos são realizadas rotineiramente, pois nunca devemos deixar de priorizar a proteção de nossas crianças e adolescentes. Essa iniciativa de conversar e sensibilizar a população de que a educação é melhor que o trabalho infantil, é necessária para incentivarmos, principalmente, os comerciantes a adquirirem uma nova mentalidade”, explicou Conceição Sampaio.

 

Durante os três dias de visitas foram feitas reuniões com os feirantes, para sanar dúvidas e apresentar a rede de proteção socioassistencial. “A equipe de abordagem social possui o papel de orientar a população, sobre como a retirada das crianças da escola pode ser extremamente prejudicial. A cada pessoa sensibilizada, vamos nos aproximando da meta da erradicação”, destacou a gerente do Peti, Márcia Matos.

 

De janeiro a maio, foram recebidas 74 denúncias de trabalho infantil pelos canais de denúncias do município, enquanto os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) estão acompanhando 27 famílias, com crianças ou adolescentes identificados na violação de direitos, desde o início do ano.

 

“Nós aprendemos muito, e eu vou até levar esse conhecimento para meus familiares, pois é muito bom saber que temos uma rede de proteção para nos ajudar a denunciar e proteger nossos filhos e outras crianças”, afirmou a feirante que trabalha na feira do Produtor, Débora Muniz.

 

A ação também contou com a participação da Secretaria Municipal da Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Conselho Tutelar da zona Sul e do Creas da zona Leste.

 

Números

 

Ao presenciar casos de violações de direitos envolvendo crianças e adolescentes, a população deve recorrer aos canais de denúncia do município: disque direitos humanos 0800 092 6644 e o disque denúncia 0800 092 1407.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES