Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 3667-4126 / 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2020. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Geração de emprego em julho tem saldo positivo de 26,44% no Amazonas

12/09/2019

 

 

O Amazonas registrou, em julho, a contratação de 13.305 pessoas, um saldo (diferença entre contratações e demissões) positivo de 26,44% em comparação com junho deste ano, o que representou 2.128 postos de trabalho a mais no período, de acordo com estudos da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Inovação (Seplancti), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). A pesquisa, na íntegra, está disponível em no site da Seplancti (www.seplancti.am.gov.br), no item Indicadores e Mapas.

 

O setor de Serviços respondeu por 37% das admissões em julho, um total de 4.909 empregos, mas o saldo final foi de 187 vagas. A Indústria contratou 3.026 trabalhadores, mas apresentou um resultado melhor com saldo de 630 vagas mantidas. O Comércio abriu 3.185 vagas e fechou 2.786 postos de trabalho, restando um saldo de 399 empregos, segundo levantamento do Departamento de Estatística, Análise, Geoprocessamento e Inovação da Seplancti. O segmento Agropecuário, Caça, Pesca e Extração Vegetal gerou 510 vagas e totalizou saldo de 379.

 

De acordo com o Código Nacional de Atividade Econômica, o cultivo de cana de açúcar obteve o melhor resultado no saldo de emprego em junho, com a abertura de 340 empregos. A produção de bicicletas e triciclos vem em segundo, com a oferta de 327 empregos. A construção de edifícios aparece em terceiro entre as atividades com maiores saldos de vagas – uma soma de 217.

 

Por ocupação, a melhor  oferta foi maior para os trabalhadores que atuam como Alimentador de Linha de Produção – 418 vagas –, seguida pela função de Operador de Produção Química, que abriu 229 empregos.


Disparidade – Manaus se mantém como o grande polo gerador de emprego do Estado – 91,63% das 13.305 vagas ocupadas em julho. Os municípios do interior contribuíram com 8,37% somente, comprovando a grande disparidade entre capital e interior.

 

O cálculo do saldo da capital Manaus é feito por meio do somatório dos saldos das atividades econômicas. Em julho, a atividade que registrou maior saldo na capital foi a fabricação de bicicletas – 327 postos.

 

À parte a capital, Presidente Figueiredo foi a cidade do Amazonas que apresentou a melhor performance, com a abertura de 359 vagas. O pior resultado foi verificado em Itacoatiara, com apenas 26 empregos.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Polícia Militar, por meio da Rocam, detém dois suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na zona oeste

12/01/2020

1/10
Please reload

POSTS RECENTES