Críticas, sugestões de pauta e parceria comercial: 
Whatsapp: 92 99248-8080​
Ou via e-mail: mail@blogdaamazonia.com
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Flickr
  • Preto Ícone SoundCloud
Copyright © 2017-2019. AMAZÔNIA COMUNICAÇÃO E EVENTOS LTDA. - Todos os direitos reservados.
CNPJ (MF) 28.140.273/0001-50

Você no Blog da Amazônia!

Aconteceu alguma coisa na sua comunidade? Chama a gente. Envie fotos, vídeos, sua denúncia, crítica ou sugestão.

Nosso Whatsapp: 92 99248-8080 Adiciona a gente aí!

Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) inaugurados este ano já realizaram mais de sete mil testes contra HIV, Sífilis e Hepatites

03/12/2019

 

 

Há 31 anos, a Assembleia Geral da ONU e a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretaram o dia 1º de dezembro como o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. Em alusão a essa data, a campanha Dezembro Vermelho já é uma realidade pelo país, inclusive no Amazonas, que recebeu este ano três Centros de Tratamento e Aconselhamento (CTA), destinados à realização de testes rápidos contra HIV, Sífilis e Hepatite B e C. Só nos primeiros nove meses de 2019, mais de 7 mil testes foram realizados só em Manaus.

 

Os novos CTAs entraram em atividade no Amazonas com o objetivo de reforçar o processo de descentralização do serviço de testagem rápida, contribuindo para o acesso da população ao diagnóstico e para a prevenção das doenças. 

 

Nesses centros, a média de atendimento dos pacientes não ultrapassa uma hora, e já inclui o resultado do teste e os aconselhamentos, que também são uma novidade na rede pública de saúde.

 

“A pessoa vai levar uma média de 30 minutos, desde o momento em que ela entra na unidade para ela deixar a unidade novamente. Daí ela vai passar por um aconselhamento pré-teste, realizar os exames e passar por um aconselhamento pós-teste para receber o resultado do seu exame. Então, no máximo em 30 minutos a pessoa consegue fazer todo esse procedimento”, afirmou o enfermeiro Bruno Fernandes, que hoje atende no CTA da Policlínica Gilberto Mestrinho.

 

Ao todo, foram realizados 7.396 testes rápidos em todos os Centros até o mês de outubro deste ano. No CTA da Policlínica Gilberto Mestrinho, inaugurado em abril, foram efetuados 4.676 testes. No CTA da Policlínica Antônio Aleixo, foram 203 testes desde junho, quando foi inaugurado. No último Centro lançado pela Susam, no Caimi Ada Viana, foram 2.417 testes ao todo.

 

“Hoje é muito importante que a população conheça sua sorologia, conheça seu estado sorológico. Saber se tem o HIV ou não hoje é muito importante, justamente para garantir que a população comece o tratamento, para que quem tem o caso positivo, comece o tratamento em tempo hábil para garantir uma qualidade de vida melhor e impedir que seja disseminado o HIV de forma sem prevenção. Para o estado foi um ganho enorme, e a gente precisa realmente ampliar essa oferta de teste rápido para a população”, afirmou a coordenadora de IST/Aids da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Evelyn Campelo.

 

A auxiliar de serviços gerais Maria de Jesus, de 58 anos, disse que faz o teste pelo menos duas vezes ao ano.

 

“Eu gosto de me prevenir para não ter que estar passando por certas coisas. Eu canso de chamar as pessoas aqui, pergunto “Ei, vamos ali fazer o teste rapidinho, não vai demorar muito!” porque poxa, é tão bom você se prevenir, tratar mais cedo a doença antes que piore. Eu gosto de fazer esses exames e chamar as pessoas para fazer, parentes, amigos para vir fazer, porque se prevenir é melhor que remediar.”, disse.

 

Aconselhamento – Os aconselhamentos pré e pós-teste são uma novidade dos CTAs e para a rede de saúde em geral. A conversa com os profissionais acontece antes e depois da realização dos exames.

 

“Uma coisa muito importante do Centro de Testagem e Aconselhamento que vem sendo implantado e implementado no Governo do Estado é justamente a questão do aconselhamento.O aconselhamento é primordial para que a gente possa entender exposições, vulnerabilidades, e justamente trabalhar isso com o paciente. O paciente aqui não realiza só a testagem, a gente tem toda a atenção de fazer o aconselhamento pré-teste e de acompanhar esse paciente durante o exame e após o exame, para que ele possa receber o seu diagnóstico e ser acolhido aqui na unidade”, afirmou o enfermeiro Bruno Fernandes.

 

Casos registrados – No Amazonas, aumentou o número de diagnosticados de HIV notificados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), confirmando a tendência de crescimento dos últimos anos. Em 2019, no período de janeiro a setembro, foram notificados 1.137 novos casos de HIV em adultos em todo o estado do Amazonas. Destes, 846 foram notificados no município de Manaus, representando 74% dos casos. A faixa etária mais acometida, segundo as notificações, é de 20 a 34 anos de idade.

 

“No estado inteiro o impacto desse número também está relacionado à questão da maior oferta de testes. Quanto mais eu oferto testes, mais eu vou identificar os casos novos e assim tratar adequadamente”, afirmou a coordenadora estadual Evelyn Campelo.

 

Dezembro Vermelho – A abertura oficial da campanha acontece no dia 4 de dezembro, às 17h, no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus. Com o slogan “Faça o teste! Viver sem dúvida é melhor”,  a campanha busca dar maior visibilidade à importância do diagnóstico precoce e da adesão ao tratamento, além de incentivar práticas saudáveis para uma maior expectativa de vida.

 

Este ano a programação do Dezembro Vermelho contará com simpósios, palestras, oferta de testes rápidos, distribuição de preservativos e material informativo, além de uma caminhada de conscientização.

 

“O objetivo do Dezembro [Vermelho] é conscientizar a população. A gente precisa tirar esse tabu do HIV que hoje em dia não quer mais dizer uma sentença de morte. Infelizmente ainda se carrega esse tabu, mas a gente precisa retirar isso porque a pessoa que vive com HIV é um indivíduo normal como qualquer um de nós. Ela precisa buscar saúde sexual, precisa buscar saúde de forma geral, então o tratamento disponibilizado de forma mais facilitada é essencial pra isso”, afirmou Evelyn.

 

Durante todo o mês de dezembro, a campanha se estenderá para os demais municípios do interior do estado, por meio de ações de prevenção e incentivo ao diagnóstico precoce do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST) para a população.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir
Please reload

DESTAQUES

Resultado final de seleção de estágio em Direito é divulgado pela Defensoria

05/12/2019

1/10
Please reload

POSTS RECENTES